Breve historial

Fundado em 1908 pelo Reverendo Cónego António Barreiros, homem dotado de uma inteligência superior e de qualidades artísticas e humanas ímpares, o Colégio da Via-Sacra foi erigido no desígnio de acolher jovens advindos de variadas terras da região beirã para cursarem o liceu, na cidade de Viseu. À instituição do Colégio não presidiu a ideia de edificar um mero albergue estudantil, mas antes criar um meio de "feição familiar" onde o aluno encontrasse, a par de uma educação intelectual, uma formação moral, cívica, física, artística. Assim se inauguraram, ao longo do primeiro ano de existência, como complemento do ensino oficial, as mais enriquecedoras actividades formativas: salas de estudo, palestras, recitações, saraus, exercícios de conversação em línguas estrangeiras (francês e inglês), lições de belas-artes, de ginástica, de educação religiosa e cívica, o estudo especial da música, a edição da revista "Echos da Via-Sacra".

Acedendo a instâncias de ilustres personalidades citadinas, o fundador abriu, simultaneamente, a aula de instrução primária, bem como um curso comercial, na convicção de que viria preencher uma lacuna num meio de comércio, como era Viseu. Estava delineado o caminho que haveria de ser calcorreado pela Instituição ao longo de um século.

Foram ampliadas sucessivamente as instalações, à medida que se alargavam os cursos e o número de alunos inscritos.

Em 1935, o ensino no Colégio estendia-se desde a instrução primária até ao ensino secundário, passando pelo ensino técnico. Contava, então, 150 alunos externos (para além dos internos) do sexo masculino e feminino.

A 7 de Outubro de 1954, faleceu o Reverendo Cónego António Barreiros, tendo legado, em testamento, o Colégio da Via-Sacra ao Seminário Episcopal de Viseu.

No último quartel do século XX, o Colégio sofreu sucessivas reestruturações, funcionando, durante largos anos, em regime de internato e externato masculino, situação que viria a ser alterada a partir de 1998, data de celebração com o Estado português de um Contrato de Associação, que tornou o ensino gratuito. Extinguiu-se o modelo do internato e voltaram a frequentar o ensino do Colégio rapazes e raparigas.

No ano lectivo de 2010/2011, o Colégio, recuperando uma oferta educativa da sua fundação, passou a integrar, novamente, o 1.º ciclo.

Ao longo de já mais de cem anos, a Instituição procurou responder aos desafios educativos dos tempos. Milhares de jovens, à sombra da sua acção formadora, aprenderam a ser, a estar e a saber, conforme preconizava o fundador. Hoje, espalhados pelos vários sectores da vida profissional, estes antigos alunos não escondem a honra e o orgulho de terem passado pelo Colégio da Via-Sacra.



FOTOGALERIA


Fotogaleria

100 anos de presença educativa (38)

Ver mais galerias

CRONOLOGIA (diretores)

texto da imagem

RELACIONADOS


100 Anos de Presença Educativa

Edição comemorativa do Centenário do Colégio da Via-Sacra (1908 - 2008).

Tipo de publicação: Livro
Editado em maio, 2009


Escritos e Composições Musicais

Publicado no âmbito das comemorações do Centenário do Colégio da Via-Sacra, do qual o Cónego António Barreiros foi fundador e primeiro director, este livro é uma compilação, ainda que incompleta, dos escritos (palestras, reflexões, correspondência e outras intervenções sobre questões pedagógicas, sociais, cívicas e familiares) e das composições musicais (música sacra e profana) do Cónego Barreiros.

Tipo de publicação: Livro
Editado em novembro, 2008


Centésima Lição - Musical

Musical comemorativo dos 100 Anos de Presença Educativa (1908-2008) do Colégio da Via-Sacra, realizado em 20 de Junho de 2008.

Tipo de publicação: DVD
Editado em setembro, 2008




|  Rua Cónego Barreiros   3500-093 Viseu  |  Telef: 232 421 981  |  Fax: 232 432 855  |  Email: geral@colegiodaviasacra.net  |

Estabelecimento de ensino integrante da rede pública.

Financiado pelo Ministério da Educação e Ciência ao abrigo de contrato de associação.

Logotipo Ministério da Educação